Confira 5 dicas para otimizar a administração do aluguel! - Blog César Rêgo Imóveis

Confira 5 dicas para otimizar a administração do aluguel!

Sem sombra de dúvidas, a locação imobiliária continua a ser uma das melhores fontes de renda no mercado, mas apesar dos bons retornos, não são todos os proprietários que conseguem gerir esses ganhos com habilidade. Pensando nisso, elaboramos este texto, no qual explicamos como é possível otimizar a administração de aluguel.

Como você perceberá neste artigo, o segredo está na organização, a maneira como você gerencia os contratos, receitas e reinvestimentos na própria atividade. Por isso, não perca a oportunidade de alavancar os seus ganhos e acompanhe esta leitura!

Os imóveis enquanto investimentos

No Brasil, o setor imobiliário tem um longo histórico de sucesso e rentabilidade. Mesmo em situações de crise e recessão, o segmento de locação continuou consistente, pois foi na impossibilidade do acesso ao crédito que muitos consumidores optaram por continuar no aluguel.

Por conta disso, é natural pensar que a modalidade está blindada contra problemas em nosso mercado. Até certo ponto, isso é uma verdade, pois a oferta de imóveis é bem equilibrada e a demanda é alta. Contudo, existe um detalhe muito importante a ser considerado nesse contexto: a gestão.

Assim como no mercado de renda variável (ações, índices, opções e afins), o proprietário precisa absorver experiência no ramo, garantindo boa precificação nos seus ativos, uma reação contundente na inadimplência dos seus inquilinos e um manuseio adequado das receitas que entram com os aluguéis.

Além disso, também é interessante ter algum conhecimento tributário, pelo menos o suficiente para realizar uma declaração transparente à Receita Federal, evitando a malha fina e possíveis multas. É por conta de todos esses fatores que sempre frisamos a importância da experiência aos nossos leitores.

Nesse ponto de vista, entendemos que existem duas maneiras de absorver conhecimento. A primeira é pelo tortuoso caminho do “faça você mesmo”, no qual possivelmente você tropeçará algumas vezes, tomando prejuízos. A segunda maneira é terceirizar esse serviço, contando com a consultoria especializada de alguma imobiliária bem reputada na sua região.

As 5 melhores dicas para a administração de aluguel

Então, chega o momento de conhecer boas estratégias, que você mesmo poderá colocar em prática na sua operação. Como ponto em comum, todas essas dicas tendem a impactar no seu faturamento final, seja no curto, médio ou longo prazo. Dê uma olhada!

1. Elabore contratos transparentes, completos e objetivos

Uma transação só ganha oficialidade quando se atesta por meio escrito a intenção, o objetivo e os participantes. Sendo assim, nunca estabeleça negócios baseado apenas na palavra falada. Elabore bons contratos que tenham uma interpretação fácil por conta do inquilino, garantindo que ele esteja ciente de que está assinado.

Além disso, o contrato não serve apenas para o locatário, mas também para você, como um documento legal na defesa contra qualquer injustiça ou transgressão. Depois da redação, leitura e assinatura dos contratos, tanto você como o inquilino devem reconhecer as assinaturas em cartório, oficializando o documento.

[e-Book] Guia definitivo para comprar um imóvel em FortalezaPowered by Rock Convert

2. Seja claro na definição de prazos e condições

Esse é o tipo de informação que está presente no contrato, mas que antes deve ser ostensivamente discutida com o inquilino. O vencimento da data de um aluguel é um dia pontual, sendo determinante que o inquilino pague até esse limite para evitar multas, juros e demais taxas decorrentes do atraso.

3. Seja explícito na definição de taxas e obrigações

A negociação de um contrato de aluguel não pode ter ruídos de comunicação. O inquilino deve estar perfeitamente ciente de suas obrigações, que incluem o pagamento do aluguel, condomínio, IPTU, eletricidade, água e demais conveniências que ele venha a contratar no futuro. Além disso, é crucial esclarecer a responsabilidade dele na manutenção do bom estado do imóvel, o entregando em iguais condições de quando entrou.

4. Conheça o inquilino

Essa pessoa ocupará o seu patrimônio. Esse é o nível de responsabilidade que você deve identificar no locatário, pois assim, reconhece que minimiza as chances de problema, confiando o seu imóvel em boas mãos. Para tanto, é perfeitamente legal e recomendado realizar uma verificação de antecedente criminal.

Além disso, também é importante analisar a situação de crédito dessa pessoa, buscando por negativações em bureaus especiais, como o Serasa Experian ou o SPC. Outra camada de proteção é verificar o CPF nos portais da Comarca da sua região, identificando processos na área civil ou criminal.

5. Confie tudo isso a uma equipe especializada

Pelo custo proporcional para a administração dessas etapas, não existem motivos para fazer tudo isso sozinho. Quando você terceiriza a gestão a uma imobiliária, tem a certeza de que tudo correrá da melhor forma possível, em todos os estágios dessa transação, a começar pelo anúncio do seu imóvel.

A contratação de uma imobiliária especializada

Engana-se quem pensa que o papel de uma imobiliária se resume a bater fotos e captar clientes. Esse empreendimento é fundamental para garantir a legalidade e eficiência financeira na gestão dos seus imóveis. Veja alguns dos benefícios exclusivos da contratação desses serviços!

Assessoria jurídica

Você, o seu imóvel e o seu contrato ganham o suporte judicial de escritórios especializados nesse ramo do Direito, oferecendo a confecção dos melhores contratos e o amparo legal durante uma resolução na Justiça, aumentando as chances de reparação em um cenário no qual você possa ser prejudicado.

Gestão financeira

A imobiliária administra as suas receitas, operando como uma intermediária entre você e o inquilino. Com isso, você tem a certeza de que receberá os aluguéis em dia, mesmo que o locatário entre em inadimplência (verifique se a opção de aluguel garantido é ofertada pela administradora). Você fica sossegado, enquanto a equipe especializada trabalha nas cobranças, interações e resoluções dos problemas.

É nessa última nota que encerramos este post, frisando a tranquilidade de receber os ganhos do seu patrimônio, sem precisar passar por situações inconvenientes e burocráticas no relacionamento com o inquilino. Por fim, cabe a você identificar uma empresa que esteja comprometida com o seu objetivo e que possa comprovar isso com um longo histórico de reputação no mercado, satisfazendo a todos os consumidores.

Gostou deste artigo esclarecendo a administração de aluguel? Então não perca a chance de simplificar a sua operação imobiliária, confiando as suas propriedades à nossa equipe de especialistas. Por isso, aproveite essa oportunidade e fale conosco!

One Comment on “Confira 5 dicas para otimizar a administração do aluguel!”

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *