Descubra 7 dicas para economizar energia de modo eficiente!

Você já reparou como cresce o número de pessoas que investem em medidas para economizar energia no próprio lar

Esse movimento, que ganhou força nos últimos anos, não é à toa. Trata-se da conscientização sobre a nossa forma de consumir os recursos naturais, isso é essencial para garantirmos o desenvolvimento da sociedade e evitarmos problemas de abastecimento, racionamentos forçados e até mesmo crises energéticas.

Por essa razão, listamos algumas dicas simples do que você também pode fazer na sua casa para adotar uma postura mais consciente quanto ao próprio consumo. Confira!

1. Use lâmpadas LED nos cômodos

Não use lâmpadas fluorescentes, muito menos incandescentes. Se você tem elas (embutidas ou não) no teto, em abajures, luminárias de piso, plafons, pendentes e afins, troque-as hoje mesmo por lâmpadas de LED.

O motivo disso é que esse modelo, além de ser mais duradouro, é muito mais potente mesmo consumindo bem menos watts de energia ao longo do mês do que as duas primeiras versões. Para completar, ele é fabricado com mais de 90% de materiais não poluentes, podendo, inclusive, ser reciclado. Ou seja, além de reduzir o consumo energético, ele não prejudica o meio ambiente.

2. Não deixe aparelhos no stand by

Você pode até já ter o hábito de desligar os eletrônicos (como home theater, video game, DVD etc.) quando sai de um ambiente para que eles não fiquem funcionando sem que ninguém, de fato, esteja por perto fazendo uso deles — o que, sem dúvidas, é importante. No entanto, a verdade é que isso não gera a economia esperada, visto que muitos deles ficam no modo stand by.

Isto é, eles “hibernam” até serem ligados novamente por controle remoto ou outros dispositivos e seguem consumindo energia (cerca de 10% do total que consomem quando ligados). Pode fazer o teste: vá até a sala e veja se o seu televisor não permanece com uma luz acesa na parte frontal mesmo desligado.

“Entendi, mas o que fazer em relação a isso?”, você deve estar se perguntando. Saiba que a solução é bem simples: desligue os aparelhos da tomada, principalmente quando você só utiliza eles ocasionalmente.

3. Evite manter eletrodomésticos muito próximos 

A terceira dica tem relação com os eletrodomésticos da cozinha: evite mantê-los muito próximos ou colocar um sobre o outro. Isso porque muita gente tem a ideia de deixar o fogão perto da geladeira ou então dispor o micro-ondas em cima dela. 

A questão é que tanto os dois primeiros aparelhos geram calor e podem afetar o desempenho da geladeira, fazendo com que o motor dela trabalhe mais para gelar o espaço interno. A longo prazo, isso não só aumenta a conta de luz, como também pode causar defeito nela. 

Para completar, as chances de acidente doméstico aumentam, já que, sem querer, ao retirar alimentos líquidos de dentro do micro-ondas, eles podem cair sobre você e provocar queimaduras sérias. Portanto, muito cuidado!

E-book Apartamentos CompactosPowered by Rock Convert

4. Avalie periodicamente o estado da geladeira

Voltando a falar da geladeira, faça avaliações periódicas (mensais ou bimestrais) para checar o funcionamento dela. Isso porque vários fatores podem prejudicá-la e fazer com que ela gaste bastante energia e sequer resfrie corretamente. 

Dois exemplos são o excesso de gelo nos compartimentos internos e a vedação da porta. No primeiro caso, a geladeira produz gelo acima do normal e ele, eventualmente, reveste as saídas de ventilação dela, fazendo com que o motor superaqueça. 

No segundo, por sua vez, a borracha que está presente em toda a porta pode não apresentar a mesma capacidade de fixação, fazendo com que ela não feche mais. Devido a isso, a temperatura interna não consegue ser mantida e os alimentos acabam estragando.

5. Controle o tempo de uso do ferro de passar 

Decidiu engomar suas roupas? Ótimo. Contudo, não cometa o erro de fazer esse processo com apenas poucas peças por vez. Tenha em mente que o ferro de passar tem um alto gasto energético. Logo, o ideal para economizar energia é juntar a maior quantidade de calças, blusas, camisetas e afins e passá-las em uma mesma leva.

Fora isso, caso faça intervalos entre um item e outro, não deixe ele ligado à toa, ok? Vale comentar que você também pode substituir o ferro de passar por outros aparelhos que podem desamassar a roupa, mas sem precisar estarem conectados à tomada, como é o caso da passadeira a vapor.

6. Atente quanto ao uso do chuveiro elétrico 

Se você instalou o chuveiro elétrico nos banheiros da casa ou do apartamento, fique atento quanto ao uso dele. A razão disso é que banhos demorados não só têm um consumo energético elevado, como também desperdiçam água. Ou seja, dois problemas em um! O ideal é que eles sejam rápidos, preferencialmente até cinco minutos.

Outra sugestão é reduzir o uso dele durante o verão, já que as temperaturas estão mais elevadas e um banho frio é uma ótima pedida para espantar o calor.

7. Adquira apenas aparelhos categoria “A”

Por fim, ao comprar novos eletrodomésticos e eletrônicos para equipar e decorar a sua residência, escolha somente aqueles que são categoria “A”, de acordo com a classificação do Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel). 

Afinal de contas, aparelhos com esse perfil são mais eficientes e desperdiçam bem menos energia ao longo do mês. O melhor de tudo é que é bastante fácil achar essa informação: ao chegar nas lojas, basta conferir a superfície dos eletros, pois nela estará um selo do Procel com todos esses dados. Já os produtos de iluminação, como o caso dos diferentes modelos de lâmpadas, contam com o selo na embalagem.

Viu só como não faltam medidas que podem ser replicadas no seu lar para economizar energia? Por isso, não deixe de seguir as nossas sugestões! Tenha em mente que tomar essa iniciativa é importante não apenas para diminuir o valor da sua conta de luz, mas principalmente para reduzir o impacto ambiental e adotar um estilo de vida mais ecologicamente consciente e com sustentabilidade doméstica.

Gostou do post? Pois não deixe de assinar a nossa newsletter para saber sobre decoração, financiamento, vistoria de imóvel, compra de apartamento e muito mais!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *