Vale a pena investir no mercado imobiliário no momento do coronavírus?

Certamente, estamos vivendo um momento de crise. O coronavírus encheu nossa sociedade de incertezas quanto ao futuro. Claro que tudo vai passar, como já aconteceu com a gripe espanhola e a Peste Negra na Europa. Mas o vírus da Covid-19 deixará suas marcas.

O impacto na economia é evidente, em praticamente todos os setores. Acontece uma estagnação geral. O mercado imobiliário também sofre com isso. Uma pesquisa efetivada pela Brain Inteligência Estratégica mostrou que 45% das pessoas cuja intenção era adquirir um imóvel mudaram de opinião (ao menos, temporariamente) após a pandemia.

Ainda assim, 55% ainda conserva o desejo de ter sua casa ou apartamento próprio. Isso significa que a construção civil não deve desesperar, que o setor de imóveis ainda pode se manter otimista mesmo diante da crise. É esse tema que vamos explorar no artigo. Descubra se, nesse momento difícil, ainda vale a pena o investimento em imóveis!

Os impactos do coronavírus no mercado imobiliário

Ainda sobre a pesquisa falada acima, foram entrevistadas 600 pessoas que integravam um grupo de aproximadamente 7 mil que tinham dado indícios de desejarem comprar um imóvel no período entre outubro de 2019 e fevereiro de 2020.

Vamos continuar analisando os dados fornecidos pela Brain Inteligência. Em relação ao planejamento para a compra de imóveis, a metade dos entrevistados mantiveram o prazo para realizar a compra do imóvel:

  • 33% se preparam para fazer a aquisição nos 12 meses seguintes;
  • 17% nos 24 meses seguintes.

A metade restante adiou a conclusão do negócio, mas muitos ainda pretendem fazer isso em 24 meses. O que revelam esses percentuais? Revelam que, pelo menos, 22% dos brasileiros ainda querem adquirir imóveis.

Vamos considerar, a seguir, por que vale a pena investir no mercado imobiliário mesmo com a crise desencadeada pelo coronavírus.

A queda na taxa de juros dos financiamentos

O aquecimento do mercado imobiliário, mesmo diante da crise atual, se percebe com a queda na taxa de juros para aquisição de imóveis financiados. Os juros estão caindo e, conforme a atuação do Banco Central, a tendência é que diminuam ainda mais.

O perigo da inadimplência de quem já contratou financiamento imobiliário existe por causa da economia estagnada — mesmo com a queda na SELIC, conforme anunciou o Banco Central. As instituições naturalmente ficam receosas e não desejam dificultar ainda a quitação das dívidas feitas por seus clientes.

Claro que não existe uma projeção fixa em relação ao comportamento das instituições, mas a redução na capacidade pagadora da população é um critério relevante na hora de definir a taxa de juros dos financiamentos imobiliários. Até porque, se o Banco Central prevê uma queda gradual nos juros, os bancos ficam obrigados a acompanhar a taxa praticada no mercado — de outro modo, incorreriam na cobrança de juros abusivos.

Os imóveis tornam-se uma ótima alternativa de investimento

Uma forma eficaz de gerar renda com seu imóvel é alugando. Como nem todos podem comprar imóveis, mesmo considerando a queda na taxa de juros, a alternativa encontrada por eles é alugar um imóvel para morar.

E-book Apartamentos CompactosPowered by Rock Convert

Isso porque, em qualquer crise, por mais que ela afete e desequilibre a economia, a moradia continua como uma necessidade vital, uma prioridade — principalmente para quem tem família, pois existe um compromisso não somente com sua própria pessoa, mas com os dependentes.

Os alugueis geralmente são mais flexíveis que os preços de compra em ocasiões como a que o coronavírus gerou. O investidor pode lucrar alugando o imóvel, ainda que seja por um preço inferior ao que seria pago em uma época normal.

É importante lembrar que, se você está faturando durante uma pandemia, isso já representa uma grande vantagem em relação a outras pessoas que estão sofrendo perdas e prejuízos ou que não estão conseguindo aumentar sua renda.

Além disso, não se pode esquecer que imóveis representam aumento de patrimônio, mais segurança e a tendência é a valorização ao longo do tempo, o que nos leva ao próximo ponto.

O potencial de valorização do imóvel no período pós-crise

A tendência no mercado imobiliário é a valorização. Quando se enfrenta um período de crise, essa valorização pode demorar mais, mas acontecerá. Já se prevê, para 2021, um grande aquecimento no setor. Os ciclos no mercado de imóveis são de alta e baixa, seguida de alta e assim sucessivamente.

A importância dos imóveis está ligada, como já dissemos, à necessidade de moradia prioritariamente. Mas não somente a essa necessidade. O comércio depende de imóveis, a indústria depende de imóveis, a educação e a saúde carecem de imóveis (inclusive para tratamento dos pacientes portadores de coronavírus), os profissionais autônomos também precisam de imóveis.

Mesmo considerando o desenvolvimento do e-commerce, do home office e de outras inovações da moderna sociedade digital, o setor imobiliário ainda é fundamental para a maioria esmagadora das atividades. Essa é uma realidade que não tem como ser contestada.

Imagine, por exemplo, comprar um imóvel hoje, durante a pandemia, por um preço mais baixo, com juros mais acessíveis, e alugá-lo. Quando a crise passar, a tendência será o aquecimento (ou superaquecimento, que também pode ser um problema) no valor de mercado dos imóveis. Caso deseje, você poderá negociar sua propriedade por um preço bem mais alto que aquele pelo qual ela foi comprada!

As regiões nobres ainda são beneficiadas durante a pandemia

Essa valorização será ainda mais perceptível em regiões nobres, onde o metro quadrado custa caro. Vale lembrar que, mesmo com a pandemia, o valor de mercado desses imóveis não despenca tão rapidamente quanto em outros bairros, como as regiões periféricas.

Analise também que a qualidade de vida nos bairros nobres é bem melhor, o que pode ser considerado uma grande vantagem em uma época de pandemia. A alta no mercado imobiliário, após a crise, servirá para uma maior valorização dos imóveis localizados nessas áreas.

Enfim, vale a pena sim realizar investimentos no mercado imobiliário durante uma época em que a economia estagnou devido ao coronavírus. O investidor deve visualizar diferentes oportunidades que existem nesse setor e que estão ausentes em outros setores da economia. Ele pode rentabilizar seu investimento e, ao mesmo tempo, ampliar seu patrimônio.

Gostaria de se informar mais? Acompanhe nossas publicações nas mídias sociais! Siga a gente no Facebook, no Instagram e no LinkedIn.

3 Comments on “Vale a pena investir no mercado imobiliário no momento do coronavírus?”

  1. Have you been trying to find escort girls in Tel Aviv ?18escortgirls can allow you to Want to spend quality young escort girls at home
    or hotel? Looking for Russian escorts, Ethiopian escorts or VIP escorts?
    Trying to find escort services in Tel Aviv with the great method of getting 18escortgirls Index can fulfill all your fantasies discreetly.

  2. Are you currently searching for escort girls
    in Tel Aviv ?18escortgirls can allow you to Want to pay quality young escort girls in your house or
    hotel? Searching for Russian escorts, Ethiopian escorts or VIP escorts?
    Trying to find escort services in Tel Aviv with the truly amazing method of getting 18escortgirls Index can fulfill all your fantasies discreetly.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *